Turismo de saúde cresce no Brasil

julho 8, 2008

Há poucos dados oficiais que comprovam o fenômeno, mas o chamado turismo de saúde está crescendo no Brasil. Os estrangeiros que vêm ao país em busca de tratamentos médicos e odontológicos são os que permanecem por mais tempo no Brasil – em média 22 dias – e também são os que gastam mais – US$ 120 por dia, segundo dados de 2003 do Ministério do Turismo. Em 2005, os turistas desse perfil representaram 0,9% dos estrangeiros que desembarcaram por aqui, cerca de 48,6 mil pessoas. Para se ter idéia de como a coisa é séria, existe até um guia de turismo médico, bem-estar e qualidade de vida com informações sobre os principais hospitais, clínicas e laboratórios da capital paulista, lançado em 2007 pela São Paulo Turismo, órgão oficial de turismo e eventos da cidade. De acordo com reportagem do UOL, o turismo de saúde não cresce apenas no Brasil e sim em todo o mundo.

Anúncios