A saúde mental de 60% dos trabalhadores é afetada pelo trabalho

outubro 26, 2009

trabalho

Foto: 20 Minutos (arquivo)

O dado acima se refere aos trabalhadores espanhóis, mas será que por aqui é diferente? Um estudo desenvolvido pela Universidade de León, da Espanha, e publicado pelo jornal 20 Minutos, mostrou que o trabalho provoca problemas de saúde mental em 60% dos trabalhadores daquele país. Os transtornos mais comuns são estresse, fadiga, dores de cabeça, irritabilidade, ansiedade e problemas para dormir. Na Europa, 28% das pessoas que trabalham sofrem de estresse. A pesquisa mostra também as doenças que surgiram nos últimos anos em decorrência do trabalho: síndrome de burnout, um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso; gripe dos yuppies (fadiga crônica); e dependência do estresse. As pessoas que mais sofrem com esse tipo de doença são muito ativas, competitivas, agressivas, hostis e persistentes, que querem alcançar o maior número de objetivos no menor tempo possível. Segundo os pesquisadores, alguns aspectos do trabalho nos dias de hoje são as causas dessas enfermidades: situação instável de emprego, contratos precários, sentimentos de insegurança laboral, longas jornadas de trabalho, altas demandas emocionais no trabalho e dificuldades em conciliar vida profissional e pessoal. De acordo com a pesquisa, 30% dos empregados trabalham mais de 10 horas por dia ao menos um dia por mês e 14% ultrapassam 45 horas semanais de trabalho.

Anúncios

Trabalho dos sonhos: blogueiro em uma ilha paradisíaca

janeiro 20, 2009

greatbarrierreef

Preocupado com a queda de 5,1% no movimento de turistas estrangeiros em novembro passado, o departamento de turismo do estado australiano de Queensland anunciou a abertura de uma vaga de trabalho encantadora. Trata-se de um emprego de seis meses numa ilha paradisíaca na Grande Barreira de Corais com um salário de 100.000 dólares. Entre as atividades do trabalhador estão nadar, mergulhar, alimentar os peixes e conhecer gente nova. Depois é só escrever sobre as experiências em um blog, publicar vídeos e fotos. Candidatos de todo o mundo podem se inscrever. Para isso é preciso acessar a página “do melhor trabalho do mundo” antes de 22 de fevereiro e enviar um vídeo de apresentação com 60 segundo de duração em inglês. As informações são do jornal espanhol 20 Minutos.


Empresas adotam jornada intensiva no verão

junho 19, 2008

É verão no hemisfério norte e para que as pessoas possam aproveitar melhor os dias quentes e ensolarados algumas empresas espanholas passaram a adotar o que chamam de jornada intensiva. Adeus à siesta. Em vez de pegar no batente às 10h, fazer uma pausa entre 14h e 17h para comer e dormir e trabalhar novamente até as 20h ou 21h, alguns espanhóis vão trabalhar das 7h ou 7h30 até às 15h/15h30. Segundo reportagem do jornal El Economista, 40% das empresas na Espanha adotam a jornada intensiva. Não há dados que mostram se a produtividade se mantém, aumenta ou diminui. Mas que muita gente vai ficar feliz ao sair do trabalho ainda com o sol alto, isso vai.


Licença para sofrer

maio 14, 2008


Licenças maternidade, paternidade, após o casamento ou por doença são comuns, mas agora é possível ausentar-se do trabalho também após o fim de um relacionamento. A novidade vem de uma empresa japonesa de relações públicas, a Hime & Company. O tempo de licença varia conforme a idade do funcionário, segundo reportagem publicada no site do Daily Telegraph. Os de 20 anos, por exemplo, só tem direito a um dia de ausência. Já os que passaram dos 30 podem ficar três dias em casa. Mas a folga tem limite. Só se pode pedir a licença uma vez por ano.


Funcionário do mês

abril 16, 2008

O prefeito de Vilnius, capital da Lituânia, decidiu premiar o melhor gari da cidade com uma viagem às Ilhas Canárias, na Espanha, com direito a acompanhante. Quem vai eleger o funcionário modelo serão as seis empresas responsáveis pela limpeza pública do município. Justa premiação, não?