Pizza e refrigerante para os soldados de Israel

janeiro 21, 2009
Soldados comem pizza durante a guerra

Soldados comem pizza durante a guerra

Os sites pizzaidf.org e burgeridf.org permitem que pessoas de todo o mundo mandem pizzas, sopas, hambúrgueres e refrigerantes para os soldados israelenses em combate na faixa de Gaza. Promovidas pelo exército de Israel, as páginas, além de trazerem um pouco de alegria e mais alimentos aos combatentes, ajudam pequenos empresários locais a superarem o fraco movimento durante a guerra, segundo o próprio site. Entre os beneficiados estão pizzarias, lanchonetes, restaurantes, o pessoal responsável pelas entregas e até produtores de tomates e criadores de gado. Todos os alimentos vendidos no site são kosher, ou seja, preparados de acordo com as normas judaicas. Os preços dos “combos”, com pizza e refrigerante, variam de US$ 25,99 até US$ 439,99 – esse último serve para alimentar um batalhão com 90 soldados.


A conta da guerra: US$ 504 bilhões

março 19, 2008


Exatos cinco anos após seu início, a Guerra do Iraque parece não ter um fim próximo. O presidente George W. Bush declarou que defende a permanência de suas tropas no país. Além das dezenas de milhares de vidas perdidas, o custo dessa guerra já chega a US$ 504 bilhões. É a segunda guerra mais cara para os Estados Unidos, ficando atrás apenas da Segunda Guerra Mundial. Para acompanhar o quanto se gasta na guerra do Iraque em tempo real basta acessar o site National Priorities Project.

Um artigo publicado no site The Huffington Post mostra como o dinheiro da guerra poderia ser mais bem empregado. Os US$ 130 bilhões gastos nos dois primeiros anos da guerra poderiam ter sido usados para concertar todas as escolas básicas e secundárias dos Estados Unidos e os cerca de US$ 185 bilhões que serão gastos nos próximos dois anos poderiam ser usados em benefício da saúde de nove milhões de crianças.