O absurdo mundo dos apartamentos na Espanha

novembro 17, 2008
El Economista

Reprodução: El Economista

De novo os imóveis. Enquanto eles beirarem o absurdo, sempre serão pauta deste blog. Um levantamento realizado pelo portal imobiliário espanhol Fotocasa mostra que uma pessoa que ganha mil euros por mês na Espanha tem poucas opções para comprar uma casa. Levando em conta o preço médio de 2.646 euros por metro quadrado no país, o salário de mil euros daria para comprar um apartamento de 32 metros quadrados que custe 85.000 euros. Para um casal – se cada um dos dois ganhar mil euros por mês – será possível comprar um apê de 58 metros quadrados e 148.000 euros, segundo o El Economista. Isso se o financiamento for de 30 anos, com uma parcela mensal de 480 euros. Se o assalariado pretende morar em Barcelona ou Madri a situação piora um pouco mais. Nessas cidades é possível comprar um apartamento de 19 e 21 metros quadrados, respectivamente. Algo que, acho eu, não existe. Afinal, é quase uma caixa de fósforo!


Dormir na rua e ainda pagar 162.000 euros por uma casa

novembro 10, 2008

casa1

O preço dos imóveis chegou a níveis absurdos em alguns países, inclusive na Espanha. Para ter o direito de comprar uma casa entre 120.000 e 162.000 euros (cerca de R$ 335.000 e R$ 450.000, respectivamente) – valor considerado uma pechincha, já que o imóvel terá garagem e um quartinho extra para guardar tranqueiras -, muitos espanhóis dormiram ao relento e no frio numa fila. É que um construtor espanhol conhecido como El Pocero de Fuenlabrada vai pôr à venda 2.000 imóveis para jovens e divorciados que querem comprar um casa “barata e digna”. As casas ofertadas estão localizadas em municípios ao sul de Madri, segundo o jornal 20 Minutos. Para ter direito a comprar uma casa é preciso ter entre 18 e 35 anos, não ter nenhum imóvel em seu nome e depositar 120 euros na associação que vai promover a venda. Os primeiros inscritos terão mais chance de escolher.


I am a Mac. I am a PC

novembro 10, 2008

macxpcMac ou PC. O que é melhor? Não sou eu que vou responder essa questão, mas a disputa pelo mercado consumidor fez a Apple jogar mais algumas fichas na mesa. Li numa reportagem do jornal espanhol 20 Minutos que o site da Apple na Espanha disponibiliza cursos gratuitos para os interessados em aprender a usar o computador da maçãzinha. Fui checar e no site brasileiro isso também existe, com o nome Switch 101. Os cursos proporcionam os conhecimento básicos do Mac e mostram aos usuários de PC como adaptar seus hábitos de trabalho para tirar o máximo de proveito do computador da Apple.


Um fundo para comprar jogadores de futebol

novembro 7, 2008

bola_de_futebol

Fundos que se propõem a investir em empresas jovens, startups e negócios ambientalmente corretos eu já tinha visto. Só que agora o leque de opções ficou ainda mais amplo, segundo reportagem do El Economista. O maior banco dos Emirados Árabes – Emirates NBD PJSC –lançou um fundo de futebol. A idéia é comprar jogadores, principalmente dos Estados Unidos, América do Sul e Oriente Médio, e ganhar recursos com a venda dos atletas e direitos de imagem. A expectativa é de rendimentos de aproximadamente 10% ao ano, pelo menos.