Licença para sofrer

maio 14, 2008


Licenças maternidade, paternidade, após o casamento ou por doença são comuns, mas agora é possível ausentar-se do trabalho também após o fim de um relacionamento. A novidade vem de uma empresa japonesa de relações públicas, a Hime & Company. O tempo de licença varia conforme a idade do funcionário, segundo reportagem publicada no site do Daily Telegraph. Os de 20 anos, por exemplo, só tem direito a um dia de ausência. Já os que passaram dos 30 podem ficar três dias em casa. Mas a folga tem limite. Só se pode pedir a licença uma vez por ano.


Obesos pesam mais na folha de pagamento

março 27, 2008

Uma medida do governo japonês obriga as empresas a controlarem o peso de seus funcionários (a ditadura da magreza está mesmo em todo o lugar). Numa tentativa de conter o sobrepeso dos japoneses as empresas terão que medir a cintura dos funcionários com mais de 40 anos. Homens com mais de 85 centímetros de circunferência e mulheres com mais de 90 serão incluídos num grupo de risco. Os membros do grupo serão aconselhados a mudar os hábitos alimentares e a incluir exercícios físicos em suas rotinas. E não pára por aí. A medida prevê que as empresas diminuam o número de funcionários gordos em 10% até 2012. Quem não atingir a meta terá que pagar 10% a mais na contribuição previdenciária por cada empregado acima do peso. Gordinhos, se cuidem!

A notícia completa está no site da BBC Brasil.